Programa de voo e preparação para a campanha de 2014, provas dos 200 aos 700 km.

Programa de voo e preparação para a campanha de 2014 (200 a 700 km), mas antes pretendo tecer algumas considerações que julgo ser importantes.

------------------------------------  

Mais uma vez apresentamos o que entendemos ser nosso dever fazer, um programa e método de campanha para os columbófilos portugueses, em linguagem simples e de fácil compreensão para todos, enquanto a concorrência continua a dar preferência a métodos pouco esclarecidos onde apenas são mencionados os produtos a utilizar em cada dia da semana, semana que, em muitos casos devia ter 21 dias para absorver toda a mixórdia aconselhada.

Nunca foi essa a nossa intenção, os produtos em excesso nunca foram a solução, pelo contrário muitas colonias são destruídas devido aos excessos e uso de produtos errados.

Alegra - nos o facto de hoje podermos categoricamente afirmar que graças ao CIC só não é bom columbófilo em Portugal quem não quer ou não tem vocação para o ser.

Não queremos ser melhor que os outros, apenas pretendemos ser um exemplo a seguir.  

Nós, (CIC) tudo temos feito para ajudar os mais desfavorecidos, os menos esclarecidos, e mesmo os excluídos pelo sistema para que, com o mínimo de investimento, possam estar em pé de igualdade com qualquer que seja a concorrência.

Ainda não conseguimos por termo aos famigerados campeonatos gerais que vos roubam a dignidade, o dinheiro, e matam os pombos, mas dentro daquilo que é nossa responsabilidade ninguém nos poderá apontar um único dedo.

Trouxemos e colocamos ao vosso dispor qualidade de pombos que dantes apenas estavam ao alcance dos homens do sistema e poucos mais, a preços que todos podem suportar. Neste ponto (pombos) os ditos homens do sistema foram obrigados, todos sem exceção, a vir cá, ou mandar alguém, adquirir a qualidade que rapidamente os estava relegar para segundo plano.

Em termos de pombais e acessórios temos o melhor que há na europa e no mundo.

No que toca a serviços mostrem – nos, em qualquer parte do mundo, uma qualquer organização que transporte e monte um pombal de 12 metros em qualquer ponto do país num único dia com a qualidade dos nossos modelos.

Mostrem – nos, em qualquer parte do mundo, uma outra qualquer organização que três dias após o fecho dos leilões entrega os pombos pessoalmente em casa dos clientes.

Mostrem – nos em qualquer parte do mundo, uma outra organização que sorteia um pombo semanalmente (52 por ano) com valor aproximado de € 150.00 por pombo. 

Mostrem – nos, em qualquer parte do mundo uma qualquer empresa que aplique uma parte substancial dos seus lucros (ás vezes sem os ter) em atos de solidariedade ajudando os renegados e ignorados pelo regime composto por criminosos que temos tido e continuam na federação e nas associações a quem competia zelar por esses casos.

Desculpem mais este desabafo mas contra factos não há argumentos.

------------------------------------------------------

Tudo faremos para que não seja o caso, mas devido ás novas regras para a distribuição de medicamentos e suplementos informo que alguns dos produtos aconselhados neste esquema poderão estar, ou vir a entrar em fase de registo, o que poderá ocasionar a suspensão temporária na comercialização dos mesmos.     

------------------------------------------------------

Programa e Método de Campanha 2014 para provas com um ou dois dias de encestamento e distâncias entre 200 km a 700 km.

Para provas com dois ou mais dias de encestamento e distancias mais longas deve – se adiantar o programa, um ou mais dias. O importante será respeitar sempre o período total de preparação e recuperação que são 7 dias.

Ou seja, a recuperação tem inicio imediatamente após o regresso dos pombos da prova e vai até ao final do dia seguinte, quando iniciamos a preparação para a próxima prova.    

----------------------------------

Domingo

Dia de chegada da prova: na água Stamina Lyte, á base de 5 gramas por 2.5 litros de água. Á noite, alternado, uma semana preventivo respiratório especial Resp-Mix, 5 gramas por 5 litros de água, outra semana usar o Secni-Pombo 5 gramas por 2.5 litros de água.

Ração: á chegada usar ração sport á discrição, á noite metade cevada e metade sport (grossa). Se a prova foi dura juntar na ração da refeição da noite algumas gotas de Células Vermelhas.

Num pequeno comedouro colocamos Soja-Mineral-Mais que deve estar ao dispor dos pombos logo á chegada e até segunda-feira á noite, quando será retirada do pombal. Grite fresco com tijolo deve estar ao dispor dos pombos desde a chegada até quinta- feira á noite dia em que deve ser retirado do pombal, para quem usa os comedouros de grite marca CIC com tampa, basta fechar a mesma.      

Ao separar os sexos colocar uma gota de Gotas Curativas em cada narina e olho do pombo.

------------------------------------------------------

Segunda-feira

Na água: dar continuidade ao mesmo produto utilizado no Domingo á noite durante todo o dia.

Ração: metade cevada e metade sport de manhã e á noite. Na refeição da noite juntar á ração 15 ml de 5 Óleos (uma colher grande) por 2kg) e 5 gramas (colher pequena) Cálcio Concentrado.

Não voar os pombos, descanso todo o dia.

---------------------------------

Terça – feira

Na água: de manhã – só até ao meio dia usar os 7 Sais juntamente com açúcar amarelo (mascavado) ou mel. Em três litros de água juntar 15 gramas (colher grande) de 7 Sais e 15 ml de mel ou 15 gramas de açúcar amarelo (mascavado). Nota: as fezes ficam um pouco soltas, o que é normal, estamos a proceder á limpeza do organismo.

Á tarde usar o Soluto Lugols 7 gotas por litro de água.

Ração: usar 90% sport e 10% de cevada, nas duas refeições pela manhã e á noite.

Voar 30 minutos de manhã cedo, e 45 minutos o mais tarde possível á tarde. Ou, como alternativa ao voo bi- diário, fazer um treino em linha á distancia de 70 a 80 km, sempre da parte da manhã. Para quem puder, este método de treino na estrada é ouro e não necessita voar os pombos em volta do pombal.

-----------------------------------------------

Quarta – feira

Na água: de manhã água pura, á tarde também água pura.

Ração 90% sport e 10% de cevada, de manhã e á tarde, adicionar 15 ml de Vitamina B12 por cada kg de ração em ambas as refeições.

Voar 45 minutos, de manhã e 45 minutos, á tarde. Ou, treino na estrada na distância de 60 a 70 km.

------------------------------------------

Quinta – feira

Na água: de manhã água pura. Á tarde Células Vermelhas 10 ml por bebedouro de 2.5 litros de água.

Ração: 90% sport e 10% de cevada de manhã e á noite.

Voar 45 minutos de manhã e 60 minutos á tarde. Ou treino em linha á distancia de 70 km.

----------------------------------------

Sexta – feira

Na água: de manhã água pura, á tarde água com complex vitamínico especial, JapAmino, 5 gramas (colher pequena) por 2.5 litros de água.

Ração: 90% sport e 10% de cevada de manhã. Á tarde substituir a cevada por 20% de milho pipoca e alimentar bem, mas não fartar, alimentar sempre antes do anoitecer, o mais tarde possível, mas deixar os pombos com um pouco de apetite, analisamos o porquê mais á frente.

Voar de manhã durante uma hora, á tarde voar durante 45 minutos. Ou, treino na estrada á distância de 60 km como sempre da parte da manhã.

Banho: sempre, mesmo com tempo de chuva por volta das 11 - 12 horas da manhã. Retirar a banheira logo que todos tenham entrado e saído da água.

Há noite, aplicar uma gota de Gotas Nasais na narina dos pombos, pode fazer isto durante a tarde, caso opte por não voar os pombos á tarde (alguns colegas não voam os pombos na sexta – feira á tarde) ou á noite, mas não será necessário mais que uma ou duas gotas por pombo no máximo.

----------------------------------------------------

Sábado, dia do encestamento, devemos prestar atenção.

Água: usar o mesmo produto da noite anterior (Jap-Amin mas só até às 10 horas da manhã, depois substituir por água pura que deve ficar ao dispor dos pombos até á hora do encestamento.

Ração: por volta das 07 horas da manhã os pombos devem ser alimentados da seguinte forma. Agora irá compreender o motivo por que aconselhei não fartar os pombos na refeição da noite anterior. Pretendemos que comam pelo menos meio papo de milho pipoca no dia do encestamento.

Em nenhuma circunstância devemos alimentar os pombos no dia do encestamento, para provas com uma única noite de cesto, com as ditas raçoes de saída ou mimos á base de cementes miúdas. Estas apenas servem para dar prémios ao vizinho que as não utiliza nesse dia. Alimentar com essas sementes de digestão longa, significa que no dia seguinte esse alimento ainda se encontra dentro do corpo do pombo, forçando – o, a voar para casa com mais 10 a 20 gramas de peso totalmente inútil e cansativo. Esses 20 gramas, seriam o equivalente a um ser humano que tivesse de correr a maratona com um ou 2kg de peso extra nos bolsos. Este jamais poderá competir com o outro que, tem o papo, moela, e intestinos vazios, mas está repleto de energia conseguida através da glucose e açucares que o milho pipoca e o JapAmin lhe forneceram.

Alimentar á discrição mas só milho pipoca. É importante que os pombos se alimentem razoavelmente bem, mas só com esta qualidade de milho o que não é milho-miúdo normal, mas sim aquele que se utiliza para “fritar” a pipoca. Este é a melhor fonte de glucose, 100% energético e como se pretende de digestão rápida. Verá que 4 a 5 horas mais tarde, ao pegar nos pombos para os encestar, estes têm novamente o papo vazio, os músculos ficam salientes, aparentam estar leves mas cheios, com carnes rosadas, sendo estes os objetivos pretendidos, ou seja, pombos 100% em forma no dia e hora certa. De nada serve pombos em forma á quinta ou sexta-feira se a prova só terá lugar no domingo.

Encestar os pombos o mais rapidamente possível e seguir para a coletividade. Á noite enceste todos os pombos que não foram a concurso para que participem num treino em linha na manhã do mesmo dia da prova a uma distância mínima de 150 km, o ideal seria 200 km.   

Ainda sobre a alimentação, outro ponto muito importante:

Alimentar os pombos sempre, de forma que fiquem com um pouco de fome. Cuidado que eu disse um pouco, mas nunca deixar os pombos esfomeados, ao mesmo tempo também, em nenhuma circunstância, permitir que estes escolham os grãos de que mais gostam. Se não prestar atenção a este pormenor, pode dizer adeus a qualquer hipótese de sucesso na columbofilia, porque nunca passará de mais um pagante para outros mais dedicados.

Como evitar que os pombos escolham e comam o que mais gostam: alimentar um grupo de pombos leva tempo, no mínimo 10 minutos por refeição. Se você é um daqueles que tem por hábito colocar a totalidade da ração no comedouro de uma só vez, então leia com atenção porque se não mudar de atitude irá continuar a pagar prémios para a sua concorrência ganhar.

O motivo dos 10% de percentagem de cevada na ração, e não só, irá agora ser esclarecido ao pormenor.

Escrevi atrás que o pretendido é ter o máximo possível dos membros da colonia em forma no dia e hora certa, ou seja na tarde do dia do encestamento.

A cevada serve como barómetro, porque na refeição da noite os pombos devem ser alimentados até que sobrem no comedouro meia dúzia de grãos de cevada, no entanto, se assim entender, a refeição da manhã poderá ser um pouco reduzida em quantidade.

Mas nunca colocamos a totalidade da ração no comedouro de uma só vez, pelo contrário, devemos servir pequenas quantidades de cada vez, repartida no mínimo 5 a 6 vezes com durante de aproximadamente 10 minutos. Assim os pombos comem todos um pouco de tudo, de todas as sementes presentes na mistura. Desta forma asseguramos o mesmo nível de forma em todo o grupo, não damos hipóteses aos mais gulosos e espertos que doutra forma rapidamente se alimentam do milho e da ervilha deixando os restos para os menos experientes. Este é o motivo por que alguns começam a bater a asa e a dar sinais de forma á quarta ou quinta-feira, tornando-se inúteis para a prova que só terá lugar no domingo, enquanto os restantes também raramente atingem a forma desejada por que foram alimentados com as sobras dos ditos espertos.

Porem, de nada servirá preparar e ter os pombos em forma se estes ao chegar da prova não entrarem rapidamente no pombal. 

Disse atrás que não devemos alimentar os pombos á sexta á tarde e ao sábado com ração á base dos ditos mimos ricos em gorduras e de longa digestão.

Mas não disse que a não utilizasse noutros dias da semana quando pode ser muito útil se usada correta e moderadamente.

Um grama por pombo, duas vezes ao dia, ao entrar no pombal após os treinos diários em volta do pombal, ou duas uma vez ao dia no caso daqueles que treinam na estrada, faz milagres no caso das entradas rápidas e ajuda a balançar as gorduras necessárias no organismo.

Exemplo: se temos um grupo com 50 pombos machos ou fêmeas a voar, colocamos no comedouro antes de chamar os mesmos para que regressem ao pombal, mais ou menos 50 gramas da mistura que em baixo aconselho.

0.5kg de linhaça.

2kg de milho-alvo.

2kg de sorgo branco.

1kg de alpista.

2kg de cânhamo.

Verá que os pombos rapidamente associam este aperitivo á entrada no pombal e passam a entrar rapidamente após o primeiro sinal do tratador.

Falei em sinal? É durante o período em que estamos a alimentar os pombos que esse sinal é ensinado e transmitido aos pombos, seja ele o apito, falar, uma qualquer campainha, deverá ser sempre usado durante as refeições e especialmente enquanto estes se deliciam com os ditos mimos, que sendo sementes miúdas levam largos minutos a ser ingeridas. É durante a alimentação que se estabelece a ligação de confiança entre o tratador e a colónia.

Nota opcional: há dita mistura de mimos que servimos diariamente de segunda a quinta – feira pode – se juntar em cada 100 gramas das cementes 15 ml de Vitamina B12, e 5 gramas de Cálcio-Concentrado em pó. A vitamina B12 é a única que o pombo não consegue absorver através dos alimentos que lhe servimos, daí ser um suplemento por excelência indispensável na alimentação do pombo. A Vitamina B12 CIC, não contem qualquer outra substancia o que coloca de parte qualquer hipótese de toxidade.      

----------------------------------------------------

Banho semanal: até meados do mês de abril enquanto o tempo está fresco a banheira deve ser sempre colocada no volier á sexta-feira após o treino matinal ou o mais tardar até ao meio dia, faça chuva ou faça sol.

Durante a época do calor o banho poderá ser servido no dia do encestamento por volta das 10 horas da manhã.

Na água, adicionamos sempre os Sais de Banho Azuis, á base de 30 gramas por banheira de 25 litros de capacidade.

-----------------------------------------------------

Para as provas de fundo, em Portugal praticamente não existem provas desta especialidade, os pombos passam a ser encestados dois dias antes da prova, o que obriga a ajustar a aplicação do sistema de acordo com o dia do encestamento. Por exemplo: se o encestamento para a prova de fundo for á quinta – feira, então o domingo, ou início da preparação passa a ser na sexta – feira.

Muito importante: nos fins de semana das provas de fundo, logo após o encestamento deve aproveitar para fazer os preventivos aos que ficam no pombal.

Por exemplo: 3 dias, sexta, sábado e domingo pode usar o Secni-Pombo. Quinze dias mais tarde pode alternar com o Jap-Resp.

Outro ponto muito importante, mas que muitos ignoram, é a desparasitação interna durante a campanha que deve ser feita no mínimo três vezes durante a época desportiva quando o verme peludo, e mesmo o redondo, estão sempre presente nos transportes associativos que raramente são desinfetados. O produto Pana-Worm, bem conhecido dos columbófilos, mas que não esteve disponível nos últimos dois anos, já se encontra disponível novamente. Este produto em capsulas pode ser utilizado até 5 a 6 dias antes da prova, não proporciona qualquer quebra de forma ou desgaste no organismo do pombo.

------------------------------------------      

Garanto que, este programa tem vindo a ser testado e ajustado anualmente nos últimos quatro anos em colonias de campeões os quais tem vindo a obter resultados astronómicos culminados com os pequenos ajustes feitos na campanha de 2013.

Dezenas de campeões a todos os níveis, nossos clientes e amigos, tem vindo a utilizar este método na Península Ibérica, Africa do Sul, Estados Unidos, Alemanha, Bélgica Japão etc.

Esta é a primeira vez que é publicado completo e descrito ao pormenor.      

Responsável por esta informação que é totalmente gratuita,

Inácio Oliveira.